Procedimentos corporais

Gluteoplastia de aumento

Prótese de Glúteo

A inclusão de um implante de glúteo é uma cirurgia que tem como objetivo elevar as nádegas, deixando-as mais firmes e mais projetadas, o que confere um contorno de quadris mais harmônico e definido. Algumas vezes é utilizado enxerto de gordura para complementar o procedimento, principalmente nas regiões laterais onde o implante não alcança e onde, em algumas pacientes muito magras, pode haver uma depressão durante a contração dos músculos glúteos.

A cicatriz fica praticamente imperceptível no sulco interglúteo (vertical de aproximadamente 7 cm entre os glúteos) e com o tempo tende a ficar bem clara e com ótimo aspecto.

O implante é sempre colocado dentro do músculo glúteo máximo (meia espessura), evitando-se assim que fique visível e artificial como ocorre quando colocado acima do músculo; e também, prevenindo efeitos indesejados como dor no nervo ciático, que ocorre quando é colocado abaixo do músculo. Dessa maneira o resultado fica natural e as complicações são raras.

  • Quem pode fazer?

    É indicada para pacientes com as nádegas pequenas, ou para aquelas que passaram por grandes perdas de peso e ficaram sem definição dos glúteos (nesses casos pode ser associada ao lifting glúteo).

  • Recuperação

    Nos primeiros dias a paciente deve evitar deitar-se de barriga para cima e deverá sentar-se colocando o peso do corpo sobre a base das coxas e não nos glúteos (recomendamos, para maior conforto, sentar-se sobre uma almofada ou boia inflável). Em 10 dias a paciente poderá retornar ao trabalho, porém recomendamos dormir de bruços nas primeiras 3 semanas. Para prevenir desconforto é importante utilizar uma boa técnica anestésica e ainda manter uso de analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares durante a primeira semana.

  • Duração da cirurgia

    A cirurgia dura em média 2 horas.

  • Anestesia

    Geralmente a anestesia é raqui ou peridural.

  • Internação

    O período de internação é de 24 horas.

Dúvidas frequentes

  • A cirurgia deixa cicatrizes?

    Felizmente esta cirurgia pode ser realizada por uma pequena incisão (5 a 7 cm), que é feita no sulco interglúteo, ou seja, entre entre as nádegas, deixando normalmente uma cicatriz quase imperceptível. Para melhor esclarecê-la sobre a evolução cicatricial, vamos relatar os diversos períodos pelos quais as cicatrizes inevitavelmente passarão:

    a- PERÍODO IMEDIATO: Vai até o 30º dia. A cicatriz apresenta-se pouco visível. Em alguns casos pode haver uma discreta reação aos pontos ou ao curativo.

    b- PERÍODO MEDIATO: Vai do 30º dia até o 6º mês. Neste período ocorre um discreto espessamento e escurecimento da cicatriz. Por volta do 5º ou 6º mês começa ocorrer uma melhora progressiva em seu aspecto.

    c- PERÍODO TARDIO: Vai do 6º ao 18º mês. Neste período a cicatriz atinge seu aspecto definitivo. Qualquer avaliação do resultado definitivo da cirurgia, no tocante a cicatriz deverá ser feita após este período.

  • Ouvi dizer que algumas pessoas apresentam uma cicatriz muito visível, como se explica isso?

    Certas pacientes apresentam tendência a cicatrização hipertrófica ou a formação de queloide. Essa tendência, entretanto, poderá ser avaliada durante a consulta inicial, quando investigamos a história cicatricial, a vida clínica pregressa e as características familiares de cada paciente. Pessoas de origem negra ou asiática têm maior predisposição à formação de queloide ou de cicatriz hipertrófica, enquanto pessoas de pele clara não costumam apresentar complicações cicatriciais. Isto, entretanto, não é uma regra absoluta. Essa cirurgia especificamente, raramente apresenta hipertrofia cicatricial devido a posição anatômica da incisão.

  • No caso de cicatrizes inestética, existe tratamentos eficazes que as atenue?

    Vários recursos clínicos e cirúrgicos nos permitem melhorar cicatrizes inestéticas na época adequada. Não se deve confundir, entretanto, a evolução natural do período mediato da cicatrização com complicações cicatriciais. Qualquer dúvida a respeito da evolução de sua cicatriz poderá ser esclarecida com o seu cirurgião.

  • Como ficarão os meus glúteos em relação a consistência e forma?

    Os glúteos terão seu volume aumentado através da cirurgia, melhorando sua consistência e forma. O volume da prótese é decidido baseado no biótipo e perfil da paciente. É fundamental preservar uma relação harmônica entre o volume dos glúteos e largura do quadril.

  • Em quanto tempo atingirei o resultado final?

    Apesar do resultado imediato ser muito bom, somente na fase mencionada como "período tardio" (que varia entre 6 e 18 meses) é que as mamas atingirão sua forma definitiva.

  • As próteses precisarão ser trocadas de tempo em tempo?

    Não existem estudos que comprovem que as próteses precisem ser substituídas, se não apresentarem algum tipo de problema.

  • O PÓS-OPERATÓRIO DESTA CIRURGIA É DOLOROSO?

    Geralmente há um pouco de desconforto nos 3 primeiros dias, por isso usamos medicações analgésicas de forma preventiva de maneira a não deixar que a dor se manifeste.

  • Qual o tipo de anestesia utilizada?

    Geralmente a anestesia é peridural, associada a uma sedação leve.

  • Quanto tempo dura o ato cirúrgico?

    Em média duas horas. Entretanto, o tempo do ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente do centro cirúrgico, pois esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória.

  • Qual é o período de internação?

    O período de internação é de 24 a 48 horas.

  • São utilizados curativos?

    Normalmente não há curativo (só micropore ou Dermabond sobre a ferida).

  • Quando são retirados os pontos?

    Os pontos em geral são absorvíveis, porém se houver pontos na pele podem ser retirados entre 7 e 10 dias.

  • Quando poderei tomar banho completo?

    No dia seguinte.

  • Quando poderei voltar as minhas atividades habituais?

    Normalmente com uma semana o paciente pode andar, voltar às atividades laborativas. Exercícios leves podem ser reiniciados com um mês.

Entre em contato! »


Procedimentos faciais

Procedimentos Corporais

Cadastre seu email e fique por dentro das novidades!